Como fazer redação com facilidade e precisão

Se você tem problemas para escrever redações, fique tranquilo(a): pode ser mais fácil e até divertido! Como fazer redação com facilidade e precisão? É possível transformando em diversão.

Como? Adquirindo o hábito de “falar” com o lápis, o hábito de expressar suas opiniões no papel sobre assuntos de seu interesse. Tirar um tempo para, ao invés de “jogar conversa fora”, jogar no papel.

É claro que uma redação possui regras e é preciso observá-las. Porém, num primeiro momento, o mais importante é descobrir uma nova (ou velha) forma de expressão, não muito comum nestes tempos de predomínio de televisão e internet. A ideia inicial é pegar gosto por escrever. Acompanhe:

Seja você o comentarista

Falando em “jogar conversa fora”, um dos assuntos mais comuns nas rodas de bate-papo é futebol.

Se você está se preparando para fazer uma redação, e tem o seu clube do coração, porque não ser você o comentarista dos jogos? Além de comentar com os seus amigos, na hora dos estudos pode fazer um “aquecimento” escrevendo sua opinião sobre a escalação do time, o técnico, o último jogo, etc.

Como eu expliquei em outro artigo aqui do blog, na hora de estudar você está sozinho e escrevendo, portanto ao se acostumar a escrever de forma bem descontraída, como numa conversa entre amigos, “por tabela” você acabará ganhando prática e na hora de fazer exercícios de qualquer matéria, será mais leve.

Naturalmente que o futebol é um exemplo. A ideia geral é escrever com naturalidade, sobre o assunto de seu interesse, começando a “falar no papel”.

Mas e as regras? Como escrever corretamente?

Esta preocupação você deve levar em conta somente depois de ter adquirido não só o hábito, mas tomado gosto por escrever.

Quanto a escrever corretamente, não há outro modo senão conhecendo bem a nossa língua, e isso pode também ser feito de forma bem tranquila e pode ser uma diversão. Explico melhor como neste artigo. Resumindo, adquirindo gosto pela leitura você naturalmente conhece as regras da nossa língua.

Nem pensar em escrever com um livro de gramática e dicionário ao lado, verificando ortografia, concordância, sintaxe! Assim você perde o ânimo em pouco tempo. Olavo de Carvalho é um exemplo de que a gramática não deve te “assombrar”, ele que somente após os 30 anos começou a estudar gramática, no entanto já escrevia corretamente, pois sempre estava em contato a língua através de bons livros.

Por outro lado, escrever preocupado com a precisão logo desde o início atrapalha. Muitos por exemplo ao digitar no editor de textos não se preocupa com erros: depois que termina passa o corretor ortográfico. É uma boa forma também na hora de escrever manuscrito – os rascunhos.

Organizando o texto – introdução, desenvolvimento e conclusão

A estrutura básica da redação é introdução, desenvolvimento e conclusão. E outro detalhe é a forma de expressão sua opinião. Enquanto na conversa descontraída falamos muito “eu acho”, “não é verdade?”, “eu penso”, “tipo assim” e outras, na hora de escrever para valer vale a escrita impessoal.

Para ficar mais claro, você apresenta sua opinião porém não como “achismo”, mas porque você entende do que está falando e pode defender com argumentos, argumentos estes que quem ler compreenda que você não está “tirando da sua cabeça”, mas sim com a razão ao seu lado.

Para dar um exemplo do “comentarista esportivo”, a redação pode ficar dividida em 5 parágrafos – Introdução, Desenvolvimento(3 argumentos) e Conclusão:

  • Introdução – O jogo do time X contra Y de ontem foi o melhor da temporada, por causa disso (argumento 1), disso (argumento 2) e mais isso (argumento 3);
  • Desenvolvimento – Argumento 1 (mostra por A + B porque você afirma tal argumento como explicação do ótimo desempenho do seu “timão”);
  • Desenvolvimento – Argumento 2 (O mesmo para o segundo argumento);
  • Desenvolvimento – Argumento 3 (Idem)
  • Conclusão – Retoma resumidamente os argumentos do desenvolvimento e fecha – por esses motivos o jogo foi o melhor da temporada.

Conclusão – Como fazer redação com facilidade e precisão?

Para concluir, faço como expliquei a pouco: resumindo os argumentos. Primeiro, seja você o comentarista (esportivo se for o caso), escrevendo descontraído como quem fala através de um lápis ou caneta de assuntos que lhe interessam; Segundo, leia, leia para se divertir, sem forçar, como mostro neste artigo; e Terceiro, depois de tomar gosto por escrever (e ler), aplique a regra básica de estrutura de redação.

Com o tempo e prática, sobretudo se tornando algo leve e até divertido, na hora de fazer uma redação você terá facilidade e precisão, sem medo e sem tensão.

Como fazer redação com facilidade e precisão
5 (100%) 1 vote